11 de abril 2016

Por: Marcela Lorenzoni *    Fonte: Geekie

No início deste ano, o presidente americano Barack Obama voltou a afirmar que todas as crianças dos Estados Unidos deveriam aprender a programar. “Na nova economia, aprender a programar não é opcional”, ele disse ao anunciar a proposta de expandir o ensino de ciências da computação para todas as escolas públicas do país.

Aqui no Brasil, ainda dando os primeiros passos, a programação e a robótica também estão conquistando alunos e educadores. A tecnologia é considerada uma “linguagem” – e só é fluente quem sabe criar a partir dela. A nova geração deve ser capaz de, em vez de jogar online, criar o game; em vez de baixar um aplicativo no celular, inventá-lo.

Mas por que programar é importante?

Em primeiro lugar, pela demanda no mercado de trabalho. Hoje, somente no Brasil, há um déficit de 40 mil profissionais em carreiras ligadas à tecnologia. O número deve chegar a 400 mil em 2020 (de acordo com pesquisa da Softex). Consequentemente, muitos pais acreditam que, ao ensinar as crianças a programar, estarão as colocando à frente da competição por um emprego.

 

Continue lendo sobre a matéria clicando aqui.

Quer

saber mais?

Clique ao lado e me diga como posso lhe ajudar!

Clique ao abaixo e me diga como posso lhe ajudar!

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial