28 de março 2019

Por: CAMILA ACHUTTI *    Fonte: Época Negócios

Imagina se fosse possível unir tecnologia, aprendizagem, sustentabilidade e ação social, tudo em um mesmo projeto? A professora Débora Garofalo mostrou que é possível com o incrível projeto que a fez ganhar destaque internacional ao entrar para a lista dos 10 finalistas do prêmio Global Teacher Prize 2019, considerado o Nobel da educação.

Seu projeto de ensino de robótica com sucata para estudantes de escola pública fez de Débora Garofalo a primeira mulher brasileira selecionada entre mais de 10 mil candidatos de várias nacionalidades para estar entre os dez melhores professores do mundo.

Desde o início do projeto, em 2015, mais de uma tonelada de materiais recicláveis foram retirados das ruas da cidade de São Paulo e transformados em protótipos, resultado de um trabalho em fase de teste na Escola Municipal de Ensino Fundamental Almirante Ary Parreira, na Vila Babilônia, Zona Sul.

 

Continue lendo a matéria aqui.

Quer

saber mais?

Clique ao lado e me diga como posso lhe ajudar!

Clique ao abaixo e me diga como posso lhe ajudar!

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial